top of page
  • Foto do escritorLúcio Arantes - Fotógrafo

Meu cliente é um amigo... e agora!


Já vi fotógrafos comentarem que acham bem legal, mas de certa forma meio estranho fazerem ensaios fotográficos para os amigos. Eles dizem que a proximidade os deixam pouco a vontade para realizarem os ensaios como trabalhos verdadeiros.


E se isso não bastasse eles relatam que ficam de alguma maneira desconfortáveis na hora de passar o orçamento. Parece brincadeira? Mas é isso mesmo que acontece. Muita gente não consegue tratar um amigo ou um parente como seu cliente.


E existe o outro lado. Pode acreditar sim. É a coisa mais comum alguém que te conhece, sabe que você é fotógrafo e pela proximidade não percebe, não se lembra, que o amigo é também um profissional que ganha sua vida fazendo aquele tipo de trabalho.


Não é por maldade ou para tirar proveito da situação. É simplesmente porque a amizade ou mesmo o parentesco cria uma liberdade e confunde as pessoas que pensam ser fácil chegar e pedir o trabalho como um simples favor entre amigos. E nessa hora você pensa:

- Não vai me custar nada né?


Pois é... Só que custa. E custa muito. É importante que todos saibam bem disso.


Um trabalho fotográfico, um ensaio, começa muito antes do primeiro click da câmera e termina na maioria das vezes muito tempo ou mesmo muitos dias depois.

Toda a preparação do projeto, os equipamentos necessários, sua manutenção e segurança, a produção do ensaio, a locomoção, as horas de trabalho, a edição e tratamento das fotos, a entrega do material e isso tudo sem pensar no conhecimento do fotógrafo que teve de se qualificar, estar sempre atualizado e preparado para os serviços da profissão. Parece exagero não é? Mas acredite. É pura rotina.


Eu não vejo problemas em comunicar com os amigos e parentes e deixar claro minha posição. É até mais fácil para mim tratar com alguém que já conheço e tenho alguma intimidade. Essa separação é importante e aumenta o valor do relacionamento. Mas deve ser feito da maneira correta.


Saber de alguns hábitos e costumes de quem você vai fotografar é um trunfo quando se trata de ensaios. Cada projeto precisa ser tratado com a personalidade do cliente e se você já tem algumas informações prévias isso se torna mais fácil e agradável.


A valorização o meu trabalho é algo que tem que ser mostrado e deve existir desde o primeiro contato com quem pretende contar com os meus serviços. Com amigos não é diferente. E como posso fazer isso?


Primeiramente sendo gentil, bem educado e prestativo. Em seguida apresentando aos amigos e agora clientes os meus trabalhos já concretizados, ou seja, meu portfólio e quais são as correntes ou propostas de trabalhos fotográficos que eu e minha equipe realizamos.

Deixe seu amigo entender o que você faz.


Sinto-me muito feliz ao mostrar as imagens que faço nos vários trabalhos que realizei. Com os amigos e parentes isso se torna algo que me orgulha muito. Ao demonstrar todo o amor que tenho à minha profissão sei que consigo passar a importância de tratar o assunto dos ensaios de uma maneira bastante profissional.


Independente do cliente que bate à minha porta o que mais importa é o respeito pela escolha dele. E ele veio me procurar. Veio atrás do meu trabalho e das minhas referências. Ele já deu um passo em minha direção e acreditou que podemos realizar um projeto juntos. Confere então a mim demonstrar a minha capacidade profissional e deixar claro as condições em que trabalho.


Meu amigo é um cliente em potencial. Ele me conhece e ao ver meus trabalhos ele confiará mais em mim. Vou tratá-lo com a exclusividade que ele merece. Apresentar a melhor proposta. Fotografá-lo com profissionalismo e alegria. Orientá-lo, mas deixá-lo à vontade para mostrar o seu melhor ângulo, seu melhor estilo, sua melhor postura e suas melhores expressões. Vai ser um show de ensaio.


Sim. Quero meu amigo como um grande cliente. E estou pronto para atendê-lo com um maravilhoso projeto de ensaio fotográfico. Como sempre, com uma proposta personalizada e com ótimas expectativas. Então já decidiu fazer seu ensaio? Confira nossa página de SERVIÇOS e veja nossas propostas. Entre em contato e aí é só marcar.


PS: Esse ensaio da foto de ilustração foi feito em Abril de 2019 em um evento chamado

Rua Para Todos do Instituto Viva Down de BH, com o amigo Nilton de Souza Mattos - Produtor Artístico e Cultural - Diretor e Professor do "Curso de Modelo Fotográfico e Manequim Nilton Mattos", destaque e referência no mundo Fashion nacional e com a amiga e cunhada Márcia Domingues - membro coordenadora do Instituto Viva Down BH.


73 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page